Bandeira Vermelha e Negra da FASP

Bandeira Vermelha e Negra da FASP
Bandeira da Federação Anarquista de São Paulo

A Confederação

" Quando a Confederação chegar nenhum muro, casa, apartamento, Status Cow, propriedades, radicais e trabalhos vão separar você de você que sera o carrasco e a vitima de você mesmo.
Por tanto se amem e sejam felizes, pois os bons frutos seram multiplicados e os maus frutos serão punidos em meu jardim.
Estou cansado de ganhar almas de Ingratos que ganharam tudo isto aqui e me prodizem maus frutos no paraizo. "

The Proibid

A Coluna Anarquista Organicista

A Federação Anarquista é a Espinha Dorsal do Anarquismo

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Femen e o Anarco Feminismo


... Anarquistas de todo o Mundo ...

Amina é uma de nós

E ela não está sozinha !

Amina é Prizioneira do 

Governo por Protestar 

denunciar a prostituição

no Islamismo e no Mundo

 A aposta do Anarquismo neste novo milênio são nas Mulheres Libertarias, todo apoio a Amina e a todas Mulheres Livres, Bandeiras Negras, Vermelhas e Negras em nome de ANA estiadas na luta contra o Autoritarismo. 

domingo, 28 de julho de 2013

O Anarquismo e o MPL


" Analise de conjuntura de inicio, meio e consequências da formação do corpo social do MPL em São Paulo e Brasil ".

Como surgiu o MPL

O MPL era o antigo grupo Anarquista chamado Movimento Punk Libertário que com o debate do Anarquismo Social e da OSL se tornou o Movimento Passe Livre e a cerca de 03 anos eram somente Mil Manifestantes do MPL e depois cresceram.
Inicialmente o MPL era só formado de Anarquistas quando começou e depois os círculos cresceram e as alianças foram feitas "e se em algum momento o MPL fosse Anarquista não teríamos conseguido fazer nem metade do feito", porque o círculo Anarquista é só formado de Anarquistas e restringe.
O Método foi simples, organizar um grupo de Anarquistas e promover um Movimento Social no nosso caso o MPL e para este se tornar a Insurreição Popular que se tornou foram feitas Alianças Politicas.

Sobre os pelegos no MPL

Isto ocorre quando o grupo Anarquista que promovia o MPL cresceu e deu mais prioridade para o circulo do nível social que não eram todos Anarquistas sem fortalecer o circulo do grupo Anarquista, ai o nível social fez "alianças politicas" por exemplo com a juventude do PDT em SP que mobilizou a juventude do PDT em todo o brasil para com o MPL e que fizeram mais Alianças Politicas, o movimento então sai da direção das Mãos de Tesouras dos Anarquistas para a Mão do PDT por isto surgiu pelegos no MPL, isto acontece quando sem um Partido Anarquista Nacional e Internacional perderemos a Frente de nossas Lutas para os Partidos Políticos, porem quando falo em Partido Anarquista compreendo uma Coordenação Nacional e Internacional de Lutas contra a "Democracia Burguesa" e de uma Luta Direta para este motivo construída Fora das Urnas da Democracia Burguesa. 

Só construindo o Partido Anarquista Internacional conseguiremos não dar nossos Frutos aos Partidos e aos Pelegos
E só assim o MPL ou outro Movimento Social que os Anarquistas promoverem não terá mais pelegos.
Entender os círculos concêntricos bakuninistas e ter um debate programático, nos levara a Revolução Anarquista.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

O Papel do Partido Anarquista Internacional de Errico Malatesta

O Papel do Partido Anarquista Internacional de Errico Malatesta



A UAI / União Anarquista Italiana e o PASR / Partido Anarquista Socialista Revolucionário da Itália remetem aos Italianos o título de fundadores do Partido Anarquista e a Errico Malatesta o mestre orientador do método do Partido Anarquista fundado na coordenação de grupos de ação direta e propaganda Anarquista.
Também remetem a atualidade uma preocupação de Errico Malatesta com os Plataformistas Anarquistas ou com os Black Block no controle do Partido Anarquista Internacional, este controle do PAI pelos grupos de ação direta ou pelo nível militar para com o controle do Partido Anarquista gerou um alto debate interno no Anarquismo sobre este tema que veio a surgir com Nestor Mackno, membro pivô do militarismo no Anarquismo que surgiu em um período especifico na Ucrânia.
Uma tendencia mais antiga que também vai se manifestar em montar Partidos Anarquistas Nacionais e ou um único Partido Anarquista Internacional é percebida na atualidade, esta tendencia foi a mesma nos PC's e a mesma no atual Anonymous que gerou massa de manobras nas ruas de todo o mundo.
Um outro problema são os Anarco Bolcheviques fruto mais vermelho do que negro no Anarquismo que levou por exemplo estes membros a usar a Coordenação Anarquista formada por grupos de propaganda e de ação direita a exercer controle interno no Movimento Anarquista tomando grupos e representações Anarquistas e desta forma tentando se estabelecer como única tendencia do Anarquismo Organizado, que na atualidade é o golpe do FAO/CAB inspirados no Anarco Bolchevismo da FAU e seu nível militar a OPR 33.
O nível politico no Anarquismo a se constituir em Partido tem uma grande abrangência nos grupos de propaganda anarquista que soma membros do Ateísmo, da SOMA, do Cristianismo Libertário, de Famílias Anarquistas, de trabalhos Autônomos ou Cooperativos de Anarquistas, de federações Anarquistas e Ateneus libertários, de entidades Jurídicas Anarquistas de representatividade, de grupos Anarco Comunistas nos movimentos sociais e de muitos outros grupos Anarquistas que existem fazendo sejam edições, luta de gênero e ou de juventudes. Já nos grupos de ação direta como os Black Block são a maior referencia de defesa e qualquer Anarquista pronto para o enfrentamento seja de qual grupo Anarquista for pode participar e conhecer debates internos de preparação e conjunturas de repressão e se tornar um Black Block.

Nos da FASP nos manifestamos não por Partidos Anarquistas Nacionais ou Latino Americanos como quer FARJ e sim por um Partido Anarquista Internacional sem o controle da ideologia bolchevique que quer usar a Coordenação Anarquista de grupos de ação direta e propaganda para controlar o Anarquismo, afim de se estabelecer como Governo no Anarquismo e dar um Golpe de Estado no Anarquismo.
A única forma de conter o avanço da mentira bolchevique democrática no Anarquismo, é por fim ao seu método de votação interna ou pelo menos fazer desta votação interna uma forma que a mesma não se estabeleça como obrigatória aos grupos Anarquistas que tem que acatar as decisões de instancias superiores, se transformando apenas como ponto indicativo e não obrigatórios aos grupos Anarquistas ou seja transformar esta votação interna em um método Anti Autoritário de indicação que contenha porcentagem dos votos dos delegados e as justificativas pros e contras no tema indicado aos demais grupos. 

O Especifismo Inglês ou método da Maçonaria Operativa Inglesa trabalha o conhecimento cristão em separar o joio do trigo cono separar conhecimentos para melhor intendelos e investir em seu crescimento como por exempto separar Federação Anarquista de Black Block ou Federação Anarquista de Partido Anarquista Internacional, mesmo se existir indivíduos que pertençam ao mesmo tempo a mais de um nível de comprometimento no Anarquismo, pois assim acreditam os Especifistas Ingleses em impedir a perseguição de entidades e membros Anarquistas com a atual invasão de seus espaços físicos como no caso da FAG / Federação Anarquista Gaucha que pelo visto não separou direito o joio do trigo.

O Discernimento Anarquista nos diz que tudo faz parte, tudo é uma única semente e que o produto final é o Estado Anarquista, pois esta é a micro física do poder de todo resultado politico em síntese e fim, mesmo se o produto variar em seu formato, o radical raiz temático sempre sera o mesmo no copo de vinho da politica, que esta nos seus estremos ou em "criar e destruir" ou em de se "abster ou tomar o poder".  

quarta-feira, 24 de julho de 2013

A decida do REI e a união 1º de Maio

A decida do REI e a união 1º de Maio é a segunda etapa mundial da volta do REI que se uniu aos trabalhadores de todo o mundo para uma nova revolução mundial na constituição de um "Estado Anarquista Mundial".

Todos por um e um por todos

A primeira meta foi reunir os poucos grupos Religiosos Anarquistas deis dos Cristãs Libertários, Ateus, Bruxarias, SOMAticos entre outros, porem a pluralidade não deu resultado imediato pois o grupo SOMA se dividiu em muitos e o grupo inicial da SOMA fugiu da capital por entender que viriam atrás deles quando descobrissem que eles eram pivôs da Religião Anarquista em São Paulo, a conferencias das Bruxas Anarquistas ficou neutra a respeito e convergiu somente na militância junto aos movimentos sociais e na economia anarquistas de feiras de artesanatos e livros, os Ateus Anarquistas realizaram levantes na Grécia e muitos grupos de propaganda pelo mundo, os cristãos libertários convergiram em abrir espaços nas Igrejas para o Anarquismo levando um choque na pauta do clero que mostrou saber muito bem deles.

A segunda meta foi fortalecer as famílias Anarquistas que estavam sendo vitimas de uma estranha ideologia da prostituição chamada de anti família como se trajando de ideologia anarquista queria destruir a unica forma de existência de vida do trabalhador, então começamos a promover festas em família e festas destas famílias com a comunidade.

A terceira meta foi restabelecer os Anarquistas economicamente ligando estes as Feiras de Livros, Feiras de Artesanatos, Feira de Roupas e produção autônoma ou cooperativada, dando ao Anarquismo o seu movimento Maio de 68 e a tradição Hippy de trabalho que ganhou com o movimento bitnet americano e o movimento autonomista forte presença politica na economia mundial da atualidade.

A quarta meta foi construir as Federações Anarquistas como nível ideológico da Geografia Anarquista, em primeiro sub momento o MAP e em segundo sub momento a OSLNacional e em terceiro sub momento as Federações Anarquistas Locais, Regionais, Estaduais, Nacionais, Continentais e Mundiais como espaço da militância anarquista comprometida com a estratégica da Educação Anarquista, criando formadores e comunicadores Anarquistas que atuassem no nível interno e externo do Anarquismo.
O problema aqui surgiu pois com a decida do rei que junto aos trabalhadores fundou a união 1º de Maio foi que agora todos queriam ser reis e queriam ganhar dinheiro e isto não dava para ser estendido a todos, então a medida foi adotar a ascensão econômica e de classes como ideologia diagonal Anarquista e transformar esta na luta contra a propriedade privada fixa territorialmente e liberalizar a propriedade privada somente para os bens de consumo não fixo ao solo e para se manter nesta condição o trabalho e a educação era a unica solução visível ao anarquismo como membro da ordem da ideologia do vermelho e negro, nesta pauta entra os anarco monarquistas com suas propostas de gestão territorial de soberania popular territorial e gestão representativa única do rei para garantir legitimidade se a revolução anarquista não se tornar mundial.

A quinta meta foi registrar entidades Anarquistas nos Cartórios como os Centro de Cultura Sociais e Federações Anarquistas para se garantir no projeto da volta do rei longe da tradição golpista dos Anarco Bolcheviques com sua falsa liberdade democrática conspiratória de tomada de poder.

A sexta meta foi unir os esforços coletivos de anarquistas comprometidos com a militância social em tendencias libertarias e rediscutir o papel e as propostas anarquistas para estas frentes de uma maneira a uni-las para um programa de poder do anti autoritarismo.

A sétima meta foi organizar os Black Block nas manifestações de todo o mundo e tornar publico o Plataformismo Anarquista como um nível de enfrentamento de milicia Anarquista.

A oitava meta esta sendo em tornar ou não o PAI / Partido Anarquista Internacional publico, sendo que este vive internamente dentro dos Anonymous e que alem disto os problemas internos com o FAO/CAB levaram a um desgaste do Partido por causa da tradição golpista da infiltração anarco bolchevique.

A nona meta já esta em pauta, promover um grande encontro anarquista no Brasil com direito a tudo para o agrado de todos os grupos defensores do pluralismo Anarquista.

A decima meta já esta em Pauta através das Federações Anarquistas e suas edições que é o debate de uma proposta de programa de poder do anti autoritarismo anarquista.

A decima primeira meta é ampliar o debate tático e de gêneros no Anarquismo.

A decima segunda meta é de ampliar conquistas de espaços ao anarquismo militante seja com espaços fundados por anarquistas, seja por espaços nos movimentos sociais, igrejas e entidades de perfil de esquerda.

A Militarização do Anarquismo / Black Block

Ovelhas Black Block o Exército da Igreja Negra

Os Plataformistas Anarquistas
Debate sobre a necessidade de um Exercito Anarquista Link abaixo boa leitura:


Ovelhas Negras o Exercito da Igreja Anarquista. E o Rei disse: - Vocês irão me matar mais exércitos virão em meu nome:




A Bandeira Anarquista era simplesmente a Bandeira do Estado de Santo Eduardo, representado por sua Catedral da SE ao Centro da sua Capital, que tomou um golpe politico de representação e veio a se chamar Estado de São Paulo cujo as listas da atual Bandeira Paulista retirada da Prefeitura durante as manifestações de 2013 pelos Insurgentes no Brasil era a representação da Coluna do meio ou de seu apelido Zebra Paulistinha que nada mais é que um ato ofensivo de chamar todo Paulista de Metralha, Criminoso e Ladrão pois a Coluna do Meio era formado de voluntários de guerra entre muitos destes presidiários que ganharam o direito de lutar na guerra a troco de sua liberdade, assim a rede globo calou a boca e o imaginário de muitos, imaginário este a tempos controlado pela policia da imaginação que diz como vocês iram ler e compreender a historia, pois dita os símbolos religiosos e tentam forjar nações pela mentira como a Nação Paulista, dês da Revolução de 32 e da não mencionada Revolução de 33 até e pôs  Ditadura no Brasil, golpes militares que tentaram tirar da Inglaterra a referencia de fundadora do Brasil, tirando o trem da Inglaterra de todo o território Brasileiro.
Agora exércitos de Anarquistas levantam a Bandeira do Estado Anarquista de Eduardo que se pretende a uma Revolução Mundial, para quem sabe do trem.

O Mestre Vermelho e Negro

Se vocês acreditam que eles cederam a seu golpe de representações base esta de toda a sua revolução burguesa e militar só por educação e bons modos da conversão sem nos enviar exércitos contra nos, estão enganados e se acreditam que sofrendo violência militar os Anarquistas devotos do Amor não se organizaram em um grande exercito de Ovelhas Negras, estão duplamente enganados por ideologias estranhas a natureza humana na face de toda a vida contra a morte.

Para que serve a Geografia Anarquista antes de mais nada

Para que serve a Geografia Anarquista
antes de mais nada, o que é Anarquismo ?


" A Historia da Humanidade é a Historia do Pecado Original, origem esta de todo o pecado no Mundo ou seja a Historia da Humanidade é a Historia do Pecado Inicial e a Geografia da Humanidade o Esquadro e Compasso desta forma de resolver o problema deste pecado solucionando o enigma ".
King Edward

" O Esquadro e Compasso é a Ordem semi Publica da Realeza que tem como objetivo de exercer um Governo Secreto de cura do pecado original, a Geografia e a Historia é uma matéria da Realeza estendida as escolas e universidades afim de montar o Mapa da Anarquia mundial e decifrar a Esfinge deste pecado inicial e achar uma cura a este Estado Original "
O Clero Vermelho e Negro

" Nas Ruas de todo o Mundo a Maçonaria construiu códigos para que uma Raça Inteligente pudesse decifrar, voando de avião vocês poderão ver símbolos estrategicamente posicionados afim de exercer o poder físico sobre o corpo onde o espirito se manifesta e a alma ou conhecimento seja modificado e curado "
A Freira Negra

" D'javu aqui virou brinquedo de criança que acabou de descobrir a Matrix e ainda descobriu na tabela do sistema que o verbo é o Poder e o que se fala começa a acontecer "
O Escoteiro Anarquista

" King Edward é o Anarquista do Estado, aqui na Catedral Santo Eduardo (Catedral da SE) ele esta sendo coroado, quando criança cantou aos sacerdotes o pecado original e na sua juventude se apaixonou por Queen Anne (Ana), seus trabalhos escolares renderam o Anarquismo "
O Cardeal EMMO

"A cada um dos deis pecados do decálogo bíblico um espaço geográfico e uma micro física do poder surgiu a fim único de controlar e converter a humanidade que mordeu do fruto The Probidu do Jardim de Ed em Santa Paulada "
Ave Adâmica

" Deram o nome de nosso Rei em tudo e ninguém diz a ele ao menos obrigado, pelo contrario fingem que ele não existe, tentam de todo jeito tomar até o seu nome simbolo de sua existência alem de querer tomar o seu sentimento por Ana arquiodiosezana a Anarquia, inventando um Anarquismo sem a presença do Anarquista nosso Rei Edward "
Amigos do EMO

A Lei sem hipocrisia, mais com entrelinhas:

  • - Amar a Deus sobre todas as coisas ( Se amar a Deus fara dele um Deus de Amor e sera por ele amado também, pois tudo o que fizeres a ele sera feito a você, isto se entende por dente por dente e olho por olho ).
  • - Não usar o Santo Nome de Deus em vão ( Todo nome é o resumo de uma existência, muitos falam dele sem ele conhecer, pois ele estará próximo quando você mencionar o seu nome e não o reconhecer ).
  • - Santificar um dia da semana a seu Deus ( não estamos dizendo que o dia da semana que você santificar dirá qual o Deus é o seu, apenas indicamos que devotem o numero um ou o domingo assim viveram mais e serão protegidos pelo clero em sua conversão a o numero um ).
  • - Honrar pai e mãe ( Nos Germânicos somos os conversores do espirito e agora nunca mais existira um somente pois o um sera sempre o três simbolo da santíssima trindade real da aliança entre o rei e deus em uma só pessoa através da carne e da sua reencarnação e confirmação do sacramento em núcleos de famílias deste Estado ).
  • - Não matarás ( A carne vive de taras e quem mata sente o maior prazer da carne, como quem tira a virgindade de uma mulher e a profana e tem prazer com isto, o gosto do sangue e da maldade é um prazer bacante, pois este banquete pertence aos deus ).
  • - Não pecar contra a castidade / não cometer adultério ( O maior pecado na Igreja que defende ao mesmo tempo a castidade e legitima o sacramento do casamento com contração carnal e pecando contra a virgindade e admite em entre linhas ainda que o adultério enlouquece o homem e este pode cair em desgraça e vindo cometer atos pecaminosos mais graves em sub escrever não cometeras adultério ).
  • - Não roubar. ( confraria da revolução religiosa do clero que não tolera o roubo pois o trabalho gera frutos e quem quer ganhar algo é só trabalhar, esta é a lei comunista do Clero que levou o mundo a revolução industrial e ao Socialismo ).
  • - Não levantar falsos testemunhos ( a confraria do carvalho sempre nos dizia que a mentira como a verdade gera frutos, que da verdade surgiu as universidades e da mentira os falanstérios, a mentira pode destruir uma vida de bons frutos e na volta que se sente a falta do que se tem para comer ).
  • - Não cobiçar a mulher do próximo ( a carne é a unidade da trindade com o espirito e com o conhecimento divino, se o corpo comportar outro se não aquele referendado em sacramento se profana a oferta na Igreja e neste ato o sacramento cai e se desfaz com o casal pois os padres não falam, mais quando se casam na igreja são oferecidos aos santos e estes aos casados em comunhão e por tal motivo a virgindade trajada de branco é a oferta unica a trindade ).
  • 10º- Não cobiçar as coisas do próximo ( toda vez que se tira de alguém algo, acaba por se alterar o futuro, pois o seus pertences são pertences religiosos e tem o porque pertencer aquela pessoa, como um a lembrança que tem um motivo espiritual de algo bom ou ruim que pertence a alguém ).

O que isto tem haver com o Anarquismo ?

Entendendo a Geografia Anarquista como o MAP da Anarquia, a OSLN como a Bussola do Pirata da Anarquia Mundial, deve o Anarquista compreender que o espaço é algo religioso, que tudo tem a quem pertence como o Anarquista existe, como o Estado Anarquista existe, como o Anarquismo tem dono e que antes de querer mudar o mundo tem que saber o que pertence a si mesmo, o que pertence aos outros e o que pertence a associação entre Anarquistas e com quem estão associados e com quem não estão associados, pois somente assim não serão a comida da esfinge qual não sabem decifrar e colheram os frutos do rendimento do grupo sem esta Arvore Anárquica viver sendo ameaçada de ganhar golpes e ser cortada pela raiz.

... Por mais Discernimento Anarquista ...

" A & E "
A Estatua de Armando marca a entrada para a USP
A USP é o simbolo do Anarquismo em São Paulo

A Torre do Relogio na USP marca a hora certa 03 horas, mais não é marcado pelo relogio ao alto e sim pela base do relogio onde a ponte aponta exatamente para o numero "3" que em sua inverção é a letra "E" e deitado de costas é a letra "W" e deitado de brusto é a letra "M" da trindade de Eduardo e seu clã de ação conhecido por Educação, codigos de família 3EMW ou 3M de 3 Marias em referencia ao cinturão de Orion.

Problemas Regionais no Anarquismo


Anarquismo Grego: o problema dos Anarquistas Gregos é de não estar preparado para se tornarem pivôs da religiosidade no Anarquismo e receber todas as tendencias que chegam de todo o mundo para com seu pluralismo mitológico.
Pois Religião quando não peneirada deixa pessoas doentes, pois existe no mundo muito mais trabalhos feitos do que Religião mesmo na integra da palavra religar aos seus ancestrais.

Anarquismo Semita: o problema do Anarquismo dos Hebreus é justamente o de por em publico suas Comunidades como Cristyania e mostrar que o Anarquismo é um câncer do sistema e existe internamente aos Estados, pois a busca da cura do câncer é ponto de pauta da saúde de todo o mundo.
A cura foi a auto cura pelo trabalho, para o grupo e não para os grupos não semitas, já que estes são o fruto da decida do rei para se tornar um igual aos plebeus e o modulo da família a única resposta de uma nova sociedade de iguais.

Anarquismo Americano: o problema dos Americanos Anarquistas é não sair da Economia Anarquista como quase única Alternativa Libertaria na América.
Vencer o dualismo logico de bem e mau ou entre Republicanos e Democratas e avançar com o Anarquismo em vários níveis e frentes é um sonho de poucos Anarquistas desprovidos de condições espirituais no pais da Disney.

Anarquismo Frances: o problema dos Anarquistas Franceses é querer que todos participem da Federação Anarquista como um grande grupo síntese.
A união entre Especifistas e Sintetistas ou entre Ingleses e Franceses fez o Anarquismo Frances entender a Pluralidade de um outro modo, que não existe a necessidade de todos serem da Federação Anarquista pois existem projetos diferentes como o dos Italianos.

Anarquismo Ibérico: o problema do Anarquismo Espanhol é acreditar que Anarquismo é o seu Anarco Sindicalismo e que os outros grupos não são Anarquistas e o problema do Anarquismo Português é querer saber só de promover edições e espaços de debate com nada de pratica.
Porem seu verdadeiro problema é o de raiz no erro estratégico de confundir anarquismo com movimento social e unir Anarquistas aos bolcheviques dos sindicatos nascendo assim o sindicalismo revolucionário que se chamou de anarco sindicalismo.
Aos Espanhóis Anarquistas cabe entender que Anarquismo é a militância Anarquista nos sindicatos e não o intuito programático de querer uma Republica governada por comitês sindicais e chamar isto de Anarquismo.

Anarquismo Caribenho e da América Central: o Anarquismo Caribenho tem como problema a pauta de escolha entre Poder Privado e Poder Publico sem entender que Anarquismo é Monarquia ou seja Poder Publico e Privado juntos.
Os Anarquistas Caribenhos são muito influenciados pelos EUA e querem um Caribe Festival como uma Disney caribenha, este erro faz parte da existência dos grupos Anarquistas pro cuba e anti cuba, porem convergem na criação de ateneus Anarquistas.
O Anarquismo nesta região passou a ser somente a historia anterior a divisão do mundo entre dois sistemas; capitalista e socialista já que o sandinismo convergiu com a social democracia e as guerrilhas com o militarismo, se afastando aos extremos do Anarquismo.

Anarquismo Ucraniano: o problema do Anarquismo Ucraniano é o de querer que todos convirjam com os Black Block ou seja com a militarização do Anarquismo.
A única pauta dos Plataformistas são as guerrilhas, o mesmo extremo que levou o Anarquismo Caribenho a se afastar do Anarquismo e virar passado histórico de referencia e não de pratica na atualidade.

Anarquismo Italiano: o problema do Anarquismo Italiano é o da necessidade de um Partido Anarquista Internacional que não esbarre este no controle das organizações Anarquistas e que não tentem golpes internos, pois na atualidade são este grupos a dar golpes internos nos Anarquismo em todo o Mundo como o atual caso do FAU/FAO/CAB na América Latina.
Os Anarquistas Italianos tem que compreender que Anarquismo é Anti Autoritarismo e Partido é Autoritarismo pois almeja o controle e que suas criticas aos gêneros Anarquistas é antiquado no minimo pois ser Anarquista antes de mais nada é amar as mulheres e que a rebeldia Anarquista é a rebeldia do REI e mesmo o rei se fazendo de igual em uma sociedade de famílias, só existe um único Rei e que eles não são reis e que Cezar não é Rei, como Faraó não é Rei, pois se tratam de entidades diferentes em pauta existencial.

Anarquismo Sueco: o Problema do Anarquismo Bakunista ou Sueco é dizer que o Anarquismo não existe lideres mais deixar nas entrelinhas que existe uma sociedade secreta interno ao Anarquismo.
Este ponto leva a surgir uma desconfiança no Anarquismo e uma pregação fascista contra as sociedades secretas que ainda diz defender a liberdade contra um partido clandestino ou sociedade secreta, que não se torna publico para justamente não perder sua liberdade perante uma falsa liberdade chamada de democracia.

Anarquismo Japonês: o problema do Anarquismo de Anonymous ou Japonês é iniciar um processo mundial e fingir não querer controlar este processo, errando em adotar Bandeiras Nacionais como referencias locais, levando as ruas Anarquistas e Fascistas nas mesmas Manifestações.
Quando em Paris um chato de um Taxista me perguntava se eu era Italiano e eu o negava e ele novamente perguntava, não sabia eu responder para um Frances em sua linguá que sou um Românico não um Italiano, existe esta diferença pois sou um filho de ROMA e não um Nacionalista Italiano ou peixe das ideologias nacionalistas, qual nem sabem a bandeira do Rei que levantam sem entender que não é porque não vivemos em Monarquia que o Rei não existe.
Esta mistura que os Anonymous promoveram é um erro de interpretação ou no minimo uma Burrice pois só Rei tem Bandeira e onde não existe um Rei não existe uma Bandeira.
Seus olhos puxados de gatos levam a uma certa maldade ILUMINAT ou de uma antiga empresa de fornecimento de Energia qual a televisão é a principal consumidora e com propagandas somente levam milhões as ruas. 

Anarquismo Latino: o Anarquismo Latino teve seu auge com o Movimento 26 de Julho e com os Sandinistas, depois com as Guerrilhas Latinas, a OPR 33 e com a FAU, estes Anarquistas seguiram por caminhos diferenciados e se tornaram GOVERNOS ou Ditaduras, sua pratica um erro total que deixou de ser Anarquismo e fez Fidel a convergir com os seus antecessores socialistas Russos perante estar dentro do Armário Americano como o amante e sua dita dura pega gostosa liberal Americana, dando muito ciumes no marido de cartola.

Anarquismo Brasileiro: o problema do Anarquismo Brasileiro é a sua grande pluralidade de um lado e do outro lado golpistas em nome do Anarquismo que querem governar os Anarquistas, isto ocorre porque no brasil existem Anarquistas Italianos e seu modelo de Partido Anarquista, existe Anarquistas Espanhóis e seu modelo de Anarco Sindicalismo, existe Anarquistas Ingleses e seu modelo especifista ou maçônico, existe Anarquistas Franceses e seu modelo de Federação Anarquista, existe Anarquistas Misticos e Mitológicos entre os muitos Ateus Anarquistas Gregos, existe os Hippys Anarquistas do sonho econômico bitnet Americano, existe famílias de hebreus Anarquistas defensores de uma tradição de famílias e biografias no Anarquismo, existe a geração Anarquista de Anonymous que começou com os Japoneses e se tornou uma internacional, existe gaúchos Anarquistas influenciados pela FAU e seu Anarco Bolchevismo, existe mitos grupos Bakunistas, existe a influencia Latina de Ateneus Libertários, existe os Black Block Plataformistas de influencia Russa/Ucraniana, existe os Centros de Cultura Anarquistas de influencia Portuguesa e Ibérica, existe a inegável presença dos Anarco Punks e das Juventudes Anarquistas, existe uma luta de gênero das Feministas, Gays entre outros no Anarquismo, existe o Anarquismo verde ou vegano entre outros muitos grupos Anarquistas.
O que leva chamar o Anarquismo Brasileiro de a Internacional dos Anarquismos ou de "A SOMA Anárquica", o berço dos Anarquismos. 

A Bruxa da Anarquia

 ... " BANANA ! ! ! " ... 
Um Conto que ganhou um Ponto

Vamos dormir gente e sonhar ?!

Eu avia ficado a muito tempo sem acampar nos bosques
Um dia sozinho foi acampar ao pé de uma cachoeira
Uma linda loirinha manhosa passou por mim 
Quando percebi ali ela estava dormindo ao meu lado
Gostei e voltei a dormir com ela ali ao meu lado
Quando eu acordei ela não estava mais ali
Foi então passear no bosque e achei uma oca
Ali na oca morava uma velha que insistiu pra eu entrar
Ela me contou que quando era jovem todos os homens a queriam porem queriam por motivos diferentes, ouve quem quis amalá e se casar com ela e ouve só quem quisesse a profaná-la.
Ela me disse então que caiu na ilusão de querer o mais belo e forte e não quem a amava, este mais belo e forte a violentou e a jogou neste bosque onde ela agora morava solitariamente.
Ali em meio a loucura e depressão descobriu ervas magicas e segredos que revelam muito sobre a humanidade.
Fiquei então curioso e perguntei: - Quais segredos ?
Ela gentilmente respondeu a natureza é o resumo de nossas ações e escolhas cada planta ou animal é o fruto destas escolhas humanas e a natureza o pecado da humanidade.
Pecado ?! fiquei intrigado e engajei, porque Pecado ?!
Ela então perguntou: 
-Esta vendo aqueles pês de Bananas lá do lado de fora ?
Eu respondi intrigado o que isto tem haver ?!
Ela continuou falando, tem muito haver rapaz por aqui passaram soldados Romanos e montaram vilas Romanas com as mulheres de outras tribos não Romanas, a Banana maior é o Soldado de ROMA e as Bananas menores de outra especie são os Românicos filhos das mulheres daqui com este Romanos.
Eu então respondi: - Eu não acredito nisto !
Ela deu risada sarcástica que me amedrontou e disse me:
Quando eu quero homem eu como a Banana Maior e quando eu quero crianças ou filhos eu como a banana menor, por exemplo ontem a noite eu comi uma banana menor e dormi ao lado de um Românico muito lindo que fez loucuras comigo como um menino que nunca tinha feito este deleite gostosa e encantado.
Eu abaixei a cabeça por dois segundos lembrando da loirinha que dormiu do meu lado na noite passada e quando voltei a olhar para a velha estava ali a loirinha, fiquei assustado e levantei me distraindo a loirinha não estava mais ali, mais em seu lugar esta uma Ninfa um inseto verde das matas.
Corri e deixei minha barraca lá e fugi assustado como um menino ao deparar com algo desconhecido, quando cheguei em casa iria contar a minha mãe mais não contei pois tive medo de que minha mãe me chamasse de louco e rice de mim.
Deste dia até hoje minha consciência mudou e descobri que a loucura era pura luz magica um portal da percepção que poucos tinhão por estar protegidos pelo Sol da Razão.
E aos poucos me ligava ao conhecimento da Loucura Lunar e a uma vasta faculdade de conhecimentos que sempre estiveram ali enquanto a cegueira da razão a encobria a verdade.
Mais como uma Ninfa poderia se transformar em uma menina e esta em uma velha ?! Tem respostas que ainda não tive acesso.
Comecei então a olhar cada planta e animal com mais atenção e entender os nomes populares destes pois buscava agora as respostas desta natureza morta cheia de significados mágicos.

Igreja, Golpe de Estado e Anarquismo

"Jesus não aceitou um Taj Mahal
Jonhy Deep aceitou um Castelo"

"Caranguejo só não é peixe na virada da mare"
Nos sempre vimos os Anarquistas com suas mãos de tesouras correrem para a Igreja quando descobriam que o inferno existe, que não era somente desenhos de crianças e dotes de imaginação, quando largaram seu escudo do trabalho material e quando perdiam o seu elmo ideológico, mais quando perdiam a armadura da família perdiam a revolução e corriam para a Igreja assustados com o mundo magico ao seu redor, que estava ali o tempo todo disfarçado pela sociedade de consumo.

A Muito tempo a Igreja foi a 1º Internacional que organizou em todo o mundo suas bases materiais e ideológicas, que com as famílias organizou a sua redoma que se formou uma sociedade de templários ao ponto que toda a cultura econômica dos templários originou a revolução burguesa, porem isto da um bom texto especifico sobre o assunto.

Os Padres queriam o Poder do REI e em todas as Igrejas se sentam em tronos de frente as suas fieis ovelhas, Padre é o código para PAI e REI é o Código para Radical Ed da Igreja, ou King Edward, o problema da Igreja foi quando surgiu o Eduardo ou EDU código para ED Ultimo ou o REI que não se tornou PAI ou seja PADRE, e desta historia que vamos falar aqui neste texto como pivô da Luta Anti Clerical.

Edward é dono da frase popular do Cristianismo que diz:
O Reino de DEUS pertence as Crianças !
Pois ele sempre disse o Rei é Deus e Deus é o Rei.
Porem nunca disse para que o Reino de Deus seja das Crianças alguém tem que trabalhar.

Edward investiu na construção de muitos Castelos, porem seu maior investimento foi na criação de muitas escolas e universidades e este ato para a sua época foi grandioso pois educação só pertencia a uma elite e ele foi o primeiro a dar as condições dos trabalhadores receberem a educação da elite.
Este ato deu origem a frase: Agora todos podemos ser REIS.
Pois alem de educar Edward deu as condições da ascensão econômica e por consequências a revolução que o tiraria do Poder e instalaria as Bases da Revolução Burguesa.

A Educação e a livre economia que o REI promoveu fez uma revolução contra ele e o surgimento de uma classe despótica que fingia que ele não existia além de se apropriar de tudo que ao REI pertencia, queria tudo o que era dele inclusive o seu amor pela Loira que levou as loiras se tornarem simbolo sexual.

Edward tinha por Ana um grande Amor e deste amor surgiu o Anarquismo e fez da Educação a Estrategia Anarquista.
Deste Amor surgiu as bases para que Henrique pudesse romper com ROMA e criar a Igreja Anglicana ou a Igreja Inglesa, ao ponto que os Ingleses sempre disseram o único REI é King Edward e a única Monarquia é a Monarquia Inglesa.

Quando criaram o GRANDE PAI ou PAPA ficou claro para os Ingleses o golpe germânico e ariano na Igreja, que ganhou as igrejas do Mundo mais não ganhou o título de REI ou Deus vivo dos Ingleses que criaram sua própria Igreja.

A Politica de CENTRO de deixa disto e deletação de confessionários fez da Igreja de ROMA pro Alemanha a entrega de todo Judeu Rebelde nas mãos dos Nazistas e fez da Inglaterra a campeão na Luta Anti Fascista no Mundo, que derrotou a Alemanha no fronte de guerra, marcando o mundo em dois novos sistemas que surgiam o Capitalismo Inglês e o Socialismo dos PADRES de ROMA.

A Igreja dava as mãos a Hitler em sua politica de centro direita enquanto na Rússia Stalin fechava Igrejas e o Islamismo tomava templos Católicos e Gregos no expansionismo do Islã.

O clã de ação Edward começa então as suas propagandas Anarquistas a muito tempo paradas pelas perseguição dos hebreus, a vitimas do Nazismo e das ditaduras anti semitas, e o estandarte Vermelho e Negro com o corte diagonal de ascensão voltou a ser erguido em todo o mundo.

Edward um filho que não se tornou pai ou padre era agora pivô da Luta Anti Clero e da Luta Anti Autoritarismo no Mundo, colocando figuras da maçonaria como Prodhon, Bakunin, kropotikin entre outros ilustres membros, como referencias Anarquistas e fazia propaganda da Semente Anarquista que ao prantada não pararia de crescer até a chegada do 
ESTADO ANARQUISTA MUNDIAL.

Enquanto os Golpistas Germânicos tinham suas Igrejas Católicas esvaziadas o evangelismo crescia e pretendia voltar em peso e retomar as poses da Igreja tomada pelo golpe Germânico de novo em suas mãos evangélicas.

O Clã de Ação de Edward promovia Ateneus Libertários como clã de permanência no "Estudo Gratuito" e respeito ao ciclo da Historia que sempre terá que se repetir, e pretendiam agora por fim a propriedade privada de todo bem em solo publico, e dando direito a propriedade privada somente de bens moveis não fixos em territórios públicos, pondo fim aos Partidos e aos Políticos criando uma nova instituição que substituísse o modelo de representatividade da Revolução Burguesa por encontros, comitês, conselhos, assembleias e congressos federalizados e confederalizados cuja garantia mundial de representação e respeito destas revoluções no mundo se faria na representatividade do REI que exerceria a função permanente de relações internacionais aos olhos das nações não Anarquistas, o REI poderia também ser convocado a dar a decisão final de assuntos importantes a qual os Anarquistas assim decidissem e pedissem sua palavra mor.

" A Reforma Religiosa na Inglaterra nada mais foi do que a resposta da Monarquia Inglesa contra o Golpe de Estado
 qual o Clero de Roma a quis submeter ".

" Edward é um REI Católico da Inglaterra e não um REI Anglicano, mais responderia da mesma forma ao clero 
de Roma se este quisesse exercer poder sobre o Rei ".

" A Rebeldia Anarquista é a Rebeldia do Rei, rebeldia esta que não aceita nenhuma Autoridade exercida sobre o Rei ".

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Anarquismo da Clandestinidade a Fênix

Foi nos detalhes territoriais que a maçonaria construiu um verdadeiro mapa da anarquia mundial

Anarquismo da Clandestinidade a Fênix; poesia de orientação imaginaria 



Muitos poucos sabem mais o Anarquismo tem sua religiosidade mistica nos mitos e na atualidade cristã, muitos são inspirados no Cristianismo de Leon Tostoy e assim fazem o Sincretismo no nome de Santa Ana onde alguns vão se tornando militantes das pastorais do Anarquismo Católico ou dos muitos grupos de SOMA terapia em base no mito de Eros e Psique, por entenderem um Anarquismo com religiosidade rebelde e diferenciada.
Esta religiosidade gera uma identidade de grupo que gerou um Estado Anarquista dentro dos Estado em todo o mundo e é esta atualmente um estado de espirito que cresce quanto mais pessoas se somam a fraternidade e a organização das famílias anarquistas que tem uma pratica de ajuda mutua entre elas.
Esta ajuda mutua se constituem em seu poder econômico que somam indivíduos autonomistas e coletivos cooperativados que tem um sistema de pontuação que vale como dinheiro na comunidade anárquica.
Esta pratica de ajuda mutua gerou uma ideologia anarquista descrita em sua bandeira com um corte diagonal de ascensão econômica pela luta de classes na ocupação e gestão de territórios liberados contra a propriedade privada do espaço vital a comunidade, que alem de sua pontuação interna de trocas vive dentro do sistema operante, seja este sistema socialista ou o sistema capitalista.
Esta ideologia de luta de classes pode se constituir em uma entidade jurídica se assim o grupo entender que se necessita para o resguardo do grupo anarquista, dos espaços e patrimônios do grupo anárquico.
Nesta luta de classes contra a propriedade territorial vital a sobrevivência do grupo, leva o anarquismo a se organizar em coordenação de grupos de forma a se constituir mundialmente pois compreende que a luta internacional reconhece as lutas locais que não sobrevivem sem uma articulação e solidariedade mundial.
A luta contra a propriedade privada gera um confronto territorial e a formação de um exercito insurgente mundial o Black Block.
Esta pratica necessitou gerar grupos de propaganda anarquista para alcançar maior aceitação e recrutamento e assim nasce em muitos lugares na luta Anarquista a imprensa anarquista ou ainda a mídia acrata.
Os espaços anarquistas devem se organizar como ateneus libertários preparados para receber membros antigos, atuais militantes e simpatizantes que estão chegando ou vão ainda chegar ao anarquismo, se preparando em debate de historia e identidade anarquista, atualidades anarquistas no mundo e o papel do poder anarquista contra o autoritarismo.
A quantidade de membros no anarquismo aumenta quando o anarquismo avança na promoção de frentes de lutas locais articuladas e federalizadas e assim o anarquismo cresce quantitativamente formando um corporativismo de um novo poder popular organizado através destas organizações e cresce qualitativamente ou seja em qualidade quando os anarquistas promovem lutas especificas como as de gênero e do movimento passe livre, dando uma pauta mais especifica na luta que leva multidões as ruas de todo o mundo como na atualidade brasileira e mundial.



Assim o Câncer Mãos de Tesouras sai da sua Clandestinidade e Renasce das Cinzas com a constituição de seu Amor por ela em um novo Estado Mundial Anarquista.

Amor Livre e a atualidade Anarquista

Madame Rublo Negra: simbolo geração do Anarquismo EMO

Anarco Feminismo

O Anarco Feminismo é o primeiro grupo a se declarar no Anarquismo na Luta de Gênero, mais os grupos não declarados na Luta de Gênero começaram assim a declarar como as Juventudes Anarquistas e os Black Power dos Panteras Negras entre outros Anarcos.
O Anarco Feminismo é um alto discussão onde a questão da sexualidade feminina é abordada não só como sexo, mais como uma forma de politica das Anarquistas Feministas.
Em são paulo o Coletivo Anarco Feminista lançou até suas Bases de Acordo e editou muitas publicações Anarco feministas como Pandora entre outras não somente especificas mais com participação maioritária de mulheres nestes grupos de editorias Anarquistas.

Anarco Masculinismo

É hoje um pequeno grupo ligado a FASP, cuja as afinidades com as Anarco Feministas é a Bissexualidade de seus membros, pois sendo o Anarquismo um Movimento Sincrético em nome do desejo pela Rainha Ana dos Rebeldes do Mundo, na sua pratica quem não gosta de Mulher não pode participar destes grupos de caráter especifico de gênero, qual abominam o preconceito, inclusive dos próprios  Anarquistas em relação a estas questões.

Uma das Pautas do grupo de gênero do "meninos" esta relacionado ao Relacionamento, Sexualidade e Religiosidade no Anarquismo.

Amor livre é uma Livre Associação entre pessoas que se amam e querem estar juntas, podendo ou não de acordo com cada um nestas escolhes se casar no cartório ou até mesmo na igreja se for vontade livre dos mesmos, este é o perfil do Relacionamento Anarquista.

A Sexualidade também é abordada, tem grupos que gostam da SOMA Terapia e outros que a detestam e toda esta afinidade é livre, mais é visto um certo preconceito enrustido contra Gays Anarquistas que não gostam de mulher.

Religiosidade no Anarquismo Masculinista é abordado no grupo com as muitas mitologias ligadas a este termo, porem os Anarquistas Católicos no grupo jogam limpo e debatem o tema ligado aos Sacramentos na Igreja e nos dizem coisas que o padres nunca diriam, como que para se casar necessita-se ser virgem, pois as pessoas que aceitam se casar na Igreja estão sendo ofertadas aos Santos da casa e estes estão sendo ofertados a eles em comunhão e sacramentos pelas Ordens Católicas. Por tal motivo a Mulher se veste de Branco e para a Igreja esta representara A Santa Virgem Maria e seu filho o novo Cristo Vivo e o homem um novo REI cuja a Aliança no dedo de vénus simboliza a aceitação de um Deus de Amor e o filho a Aliança viva desta União Sacramentada pela Igreja, este tema é pouco debatido pois são poucos os Anarquistas Católicos no Mundo.  

A Ironia no grupo ainda diz que o Amor Livre é a única associação que cabem a vitimas das profanações do corpo "arrombados", pois quase ninguém no Anarquismo tem a sua virgindade a ser ofertada para os Santos.

Este texto é uma pauta do Grupo Anarquista FILHO da FASP de debates masculinos:

FILHO 
Frente Internacional de 
Libertação dos Homens

Loucura Anarquismo e Regionalidade Histórica de Pensamentos

Loucura e Anarquismo
Regionalidade Histórica de Pensamentos

Os Falasterianos e as Universidades de Anarquistas no Mundo


O Anarquismo Grego é o fundador das ideias mestrias da Religiosidade e o Anarquismo como o Ateísmo Anarquista Mundial ou do Ateísmo 33 (Ateísmo Cristão).
Seu Anarquismo tem forte pegada Mitológica e Religiosa de Libertação do Individuo Anárquico, seus grupos são fundadores de Ateneus Libertários inspirados em Educação Anarquista e Pedagogia Libertaria e na formação de Espaços de SOMA Terapias inspirados em Eros e Psique.
recebem também influencia de Leon Tostoy e seu Cristianismo Libertário na atualidade mundial sobre o tema Anarquismo e Religiosidade.

O Anarquismo Semita ou Judeu é o grupo Fundador do Anarquismo de Estado ou Estado Anarquista, organizado em núcleos de Famílias Anarquistas, que organizam atividades sociais entre estas as Famílias Anarquistas, organizando uma Comunidade Anarquista, Bairros formados e organizados por Anarquistas e até Cidades Anarquista como Cristyania.
Também chegado a este grupo chamado de Estado Anarquista muitas Comunidades da Sociedade Alternativa que fundaram muitas Comunidades Alternativas e pequenas Republicas de Estudantes Anarquistas.

O Anarquismo Americano é o grupo pivô da "Economia Anarquista", com forte influencia individualista mais que se somou ao Movimento Autonomista Internacional e ganhou grandes dimensões politico sociais.
São muitos grupos anteriores a Economia Anarquista qual chamamos estes de Anarquismo Econômico, as Cooperativas de Produção e Consumo na Inglaterra, os Comitês Anarcos Sindicalistas da Espanha durante a Revolução Espanhola, as Comunidades Rurais nas Terras de Kropotikin no Leste Russo e as Comunidades Rurais e Urbanas dos Cristãos Libertários Tostoynianos na Rússia, bem como os Sovietes Livres da Ucrânia.
Porem foi o Anarquismo Americano que deu origem a este termo e ganhou dimensão com os Autonomistas.

O Anarquismo Frances é o pivô das Federações Anarquistas em todo o Mundo e quando unidos com os Especifistas Anarquistas ou Anarquismo Inglês fundam a Bandeira Anarquista Vermelha e Negra com corte Diagonal simbolo da Ascensão Econômica e Luta de Classes.

O Anarquismo Ibérico ou seja Espanhol e Português são os primeiros grupos a fundar entidades Anarquistas Registradas em Cartórios como a CNT e Ateneus Libertários em Portugal e Espanha e no Brasil seus Herdeiros fundaram os Centros de Cultura Sociais (SP e o AM) e a Federação Anarquista de São Paulo. Estes grupos Ibéricos e Latinos são os primeiros a Fundar um Anarquismo Jurídico como Entidades Jurídicas. 

O Anarquismo Caribenho e da América Central são os primeiros grupos a fundar um Anarquismo Social, sua forte influencia Francesa gerou um Bandeira Anarquista com corte horizontal que depois foi adotada pelo Movimento 26 de Julho e os muitos Movimentos de Libertação Nacional na América Latina e na Africa, adotado também pela Federação Anarquista Uruguaia e pela Resistência Popular no Brasil e na América Latina.

O Anarquismo Ucraniano é o grupo que gerou o primeiro Exercito Anarquista e influenciou hoje o Black Block, tem também uma grande influencias das Milicias Anarquistas da FAI e da Coluna Durruth na Espanha.

O Anarquismo Italiano é o influenciador e o fundador do Partido Anarquista com influencias ideológicas de Errico Malatesta que criou uma formula de Grupos Anarquistas reunidos em uma Coordenação Anarquista formada por grupos de Ação Direta e Propaganda Anarquista, um exemplo historio foi o PASR (Partido Anarquista Socialista Revolucionario).
Inaugurando um Anarquismo Politico de Ação.

O Anarquismo Sueco ou Bakuninismo é o criador do Anarquismo de Sociedades Secretas que deu ao Anarquismo um Movimento Anti Vanguarda qual se pronuncia em nome da Pluralidade Anarquista, pois assim governa o Movimento Anarquista as escondidas, com um método de participação em círculos concêntricos de afinidades.
Este Anarquismo Bakuninista é um setor Publico clandestino que descentraliza o Movimento Anarquista, impedindo que falem em nome dos Anarquistas dizendo que o Anarquismo é Plural e por tal motivo a vanguarda não existe, porem se articulam nesta ausência de representação publica e dirigem este navio perante uma tempestade em alto mar ou dentro de um Falanstério o Templo da falacia Anarquista.
Os Bakunisnistas Falansterianos não escondem que jogam para vencer e que tudo no Anarquismo é trabalho feito como uma boa macumba para intelectuais. 

O Anarquismo Brasileiro é o grupo afrente do debate sobre o Programa Anarquista ou o que chamamos de "Plano de Poder do Anti Autoritarismo" ou o "Poder Anarquista", tendo como referencias as Revoluções Mundiais e os Anarquismos durante estes períodos de Revoluções no Mundo.

O Anarquismo Japonês é o grupo que inspirado no Anarco Terrorismo migrando a vários locais do mundo deu inicio ao Movimento Anoymous ou Terrorismo de Internet, organizando manifestações mundiais e um forte setor Anarquista de Internet só com Comunicações que unem muitas Frentes Anarquistas só pela Articulação Internauta. 

O Anarquismo Espanhol e Latino é o grupo que deu origem ao Anarquismo de Gênero ou os "Anarquismos", onde tudo começou do chamado ismos e os Anarquismos, tendo sua primeira origem no Anarco Sindicalismo, depois no Anarco Feminismo, nas Juventudes Anarquistas, entre outros grupos de Gênero e Anarquismo.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Movimento Passe Livre Atira torta na cara de Políticos

Todos nos Somos MPL
Contra os golpistas das representações
que acham que o Movimento é deles
Nos do MPL somos Anarquistas 
e o MPL não é um Partido
E não tem Direção Oportunista
Torta na Cara dos Políticos SIM, isto é MPL


Anarquismo Anti Islã

Jovem Anarquista EMO Apedrejado no Islan


Jovens Anarquistas EMOs são assassinados em Bagdá por alegação dos Xiitas que eles eram Satânicos e promoviam o CAOS.
Nos Vingaremos dos Islâmicos Agora.

Anarquia EMO Vencera !!!

http://gospel.znoticias.com/considerados-satanistas-jovens-emos-e-gays-sao-mortos-a-pedradas-em-bagda

Palavra de Ordem: 
O Islan deve deixar de existir no Mundo e os Xiitas devem ser bombardeados

domingo, 14 de julho de 2013

Puritanos e Juventudes no Anarquismo

" Porque sera sempre Edward e Munique ?! "

Puritanos e Juventudes no Anarquismo

Os Puritanos Anarquistas em especial as Tendencias Anarquistas Espanholas entre outros grupos vão dizer que Anarquismo é Anti Religião, Anti Estado, Anti Empresas, Anti Ideologia, Anti Estado, Anti Comunismo, Anti Militarismo, Anti Partido, Anti Vanguardas, Anti Programa, Anti Popular, Anti Gênero e afirmam o Anarquismo nada tem disto tudo ai.
E  vão se contestados pelas Juventudes Anarquistas em especial pelo Movimento Anarco Punks e EMOS Anarquistas.

Os Puritanos Anarquistas se recusam a reconhecer que para fugir das Perseguições Religiosas os Anarquistas se refugiaram na Igreja e que muitos se tornaram Militantes de Pastorais da Igreja e fundaram Comunidades Rurais e Urbanas autogestionarias e vou a dizer alem que que estes Anarquistas fizeram um culto de Sincretismo Religioso em nome de Santa Ana onde os Anarquistas se Reunião sem falar no Terrorista Anarco Cristão Guy Fawkes conhecido pela Macara do personagem "V" de Vingança inspirado nele.
As Juventudes Anarquistas falavam aos velhos que Anarquismo era Amor e tinham Eros e Psique como Confraria Libertaria.
Muitas vezes os Estatutos Anarquistas registrados no Estado eram só mostrados a membros seletivos pois na Espanha ante da Revolução o Anarquismo era popular e tinha resguardo Jurídico pelo Estado.
E que já naquela época cooperativas de trabalhadores e autônomos chamados de profissionais liberais posteriormente eram empresas formada exclusivamente de Anarquistas.
O primeiro puritanismo Anarquista foi derrubado pelos Franceses com suas Gráficas e Edições Anarquistas, dando ao Anarquismo um Nível Ideológico e uma Federação Anarquista de intelectuais, Reportes e Autodidatas porque os Puritanos diziam aos Jovens anarquistas que o que eles pensavam eram coisas de Juventudes e os Jovens de outro lado vão negar que Família é uma organização anarquista sendo que todos eles viam de Famílias só de Anarquistas e se mostram como um novo Puritanismo com cara de Juventudes.
Muitos Anarquistas não negavam ter alianças com outros grupos no movimento social e depois isto mudou surgindo Sindicatos Anarquistas onde outros grupos não podiam participar.
O caso da Macknovichina e das Milicias de Durruth  e atualmente dos Black Blocks são exemplos Clássicos que o Anarquismo se organiza em Exercito Insurgente como um belo Clássico Pirata com sua Bandeira Negra.
Errico Malatesta e o anarquismo Italiano fundou até Partidos Anarquistas formado por grupos de ação direta e propaganda Anarquista como o PASR e os puritanos dizem que os Anarquistas nunca montaram Partidos.
Um destes puritanismo é até hoje forte no anarquismo a Defesa da Pluralidade Anarquista não deixando ninguém nem um grupo falar em nome dos Anarquistas como uma especie de Vanguarda dos Anarquistas Anonymas.
Porem fingem alguns Anarquistas ainda que Anarquistas não tem debates programáticos como programas do Anti Autoritarismo e Revolucionários pois isto os velhos só querem deixar a os seus círculos fechados e secretos e fechar os olhos por exemplo a existência de Insurreições Anarquistas em todo o Mundo por achar que este debate deve ser secreto e não deva ser um debate publico e de amplo conhecimento, por tal motivo parece que o Anarquismo é desorganizado mais derrepente surge Anarquistas de tidos os Lugares e Frentes de Lutas.
Mais o Pior dogma dos Puritanos Anarquistas é de debater o Gênero como o Anarco Feminismo, Anarco GLBTS (Povo do Arco Iris) e das Juventudes Anarquistas, cada discurso reacionário presenciamos junto aos Velhos Espanhóis Anarquistas que pareciam o discurso fundamentalista de Prodhon sobre as mulheres e a Família.
Porem um fato marca o Anarquismo até hoje o CLASSISMO ou as periferias que vão chegando nos Anarquistas e cobrando comprometimentos com eles na sua Luta diária e não reconhecendo Níveis e Frentes Anarquistas e o papel do Intelectual orgânico e seus compromissos.

Uma questão é fato o Anarquismo não parou e não vai parar de crescer até este espirito estiver saciado com o seu dever no mundo e por tal motivo o puritanismo de "não vanguarda" continuara para que a Pluralidade Anarquista seja um Fato Libertário e não uma Autoridade de vanguarda, por tal qual motivo os Anarquistas não reconhecem nos Anonymous sua Vanguarda por mais que este seja construído por Anarquistas Militantes e dedicados Mundialmente.


" Este Puritanismo parece querer nos negar o Direito como Anarquistas de ter nossa Religião, nossa Empresa, nossa Família, nosso Partido e até nosso Exercito ".